Existe libertário brasileiro?


Em 1980 o partido libertário americano comemorava seus oito anos. Não era mencionado nas teletelas ou nos jornais que não das universidades. Mas quem procurava, achava.

Naquela época, o império comunista, apinhado de mísseis atômicos, jogava pôquer nuclear contra os políticos proibicionistas dos EUA. Ambas as hostes reconheceram no LP.org o amigo da liberdade, logo, inimigo da coação que suas duas religiões valorizam. Sobrava comuna sem emprego e estes se empenharam em infiltrar o partido libertário, sempre apregoando seu sermão socialista. Para quem acredita que ser dono da própria casa ou camisa é roubo, toda a coação e o genocídio praticado pelas ditaduras socialistas internacionais era simples retaliação em auto-defesa. Hoje essa mesma corrente aparece amiúde numa pesquisa Google da palavra “libertário”. A  primeira exceção ocorre em Portugal, onde os libertários são verdadeiros:
https://partidolibertarioportugues.wordpress.com/

Esse quadro mudou nos EUA. Agora o LP.org é um grisalho maduro e viril de 43 verãos. Desmoralizados, os “anarquistas” comunistas voltaram para o CPUSA que trata de infiltrar o partido Democrata. Mas os Republicanos, dominados ideologicamente pelos partidários xiítas do Prohibition Party faz 87 anos, hoje tentam por sua vez infiltrar o partido libertário. Esse mesmo partido republicano defende o imposto de renda sobre pessoas físicas copiada do Manifesto Comunista de 1848. O IR foi por ele aplicado no seu primeiro mandato em 1862. Isso foi quando os estados republicanos bombardeavam seus concidadãos americanos que apelavam para a secessão como a única alternativa para se livrar de opressivas sobretaxas alfandegárias.

Hoje os republicanos usam o dinheiro alheio tomado com esse imposto para travar cruzadas religiosas, bombardeando os muçulmanos como antes bombardeavam os vilarejos na Cambodia e no Vietnã. Espiões americanos grampeiam os telefones do mundo inteiro e seus agentes (GPML mentors) infiltram os governos no papel de “assessores” proibicionistas e saqueadores que infiltram governos alheios para desestabilizar suas economias e fomentar ditaduras.

A guerra que o partido republicano declarou contra o álcool no seu programa de 1928 hoje se transformou na desestabilização global da democracia para agredir com a mesma violência da lei a preferência pelo inofensivo cânhamo e produtos afins de consumo pessoal. As quadrilhas formadas por estas leis, e a ganância dos saqueadores protegidos pela legalização marxista do assalto à renda pessoal do cidadão, hoje provocam crises globais, como em 1929, 1987 e 2007.

Todas essas crises resultaram da união do zelo proibicionista à cobiça socialista que confisca os bens alheios. É essa a corrupção importada que hoje assola o Brasil, como fez antes em 1964. No Brasil essa atividade é tapada com siglas-tapume. Quando foi que você viu na imprensa algo sobre CICAD, UNODOC ou BIDAL? Por acaso sabe o que seria GAFILAT ou FATF? Já viu alguma discussão dos “flash crashes” que causam enormes prejuízos no sistema financeiro? São assuntos desvendados neste blog.

FlashCrash2010lies

A única saída deste círculo de colapsos é abandonar o regime da coação e da ameaça de morte que caracteriza igualmente os fanáticos da chamada “direita” e os saqueadores iludidos da chamada “esquerda”. Com eleições verificáveis e incoactas entre partidos não subsidiados, o Partido Libertário há de vigorar em defesa de liberdade da pessoa humana. Ao ser descoberto pelos eleitores, ele será imitado pelos partidos desonestos. Para tanto reduzirão o número de parasitas e regulamentos bem como o peso tributário que empobrece e o cidadão–justamente o que queremos. O que não pode acontecer é permitir que a mesma corja de 32 partidos comunistas, proibicionistas e fascistas continue a assaltar e escravizar o Brasil brasileiro sob esses predatórios regimes cavalo-de-Troia.

Necessitando de tradutor para negócios ou imigração, entre em contato.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s