Lysander Spooner, anarquista ou libertário? Fascículo 15


Suponhamos que vc faça um depósito no banco. Isso é segredo seu, pois só você sabe a sua senha e pode verificar se o depósito foi contado e lançado corretamente. E se o banco se recusasse a revelar como foi contado e creditado o seu depósito, você confiaria nessa entidade? Lysander Spooner perguntou qual a vantagem do voto secreto em 1870, e até hoje não teve resposta. 

IX

         Qual o motivo do voto secreto? Este, e apenas este: Qual outros coniventes em crime, aqueles que o utilizam não são amigos, e sim, inimigos; e têm receio de se expor, e de deixar às escâncaras as suas atividades individuais, mesmo entre si. São capazes de se entenderem a ponto de saber agir em conjunto contra terceiros, mas além disso falta-lhes a confiança e a amizade. De fato, andam tão envolvidos em maquinações voltadas ao desfalque dos cúmplices como nos desfalques a terceiros, sendo perfeito o entendimento entre eles que as mais poderosas societas sceleris não se furtariam, dadas certas contingências, a se assassinarem, uns aos outros às centenas de milhares (como fizeram recentemente) a fim de efetivar os seus propósitos uns contra os outros. É porisso que não se atrevem a se identificar, ou deixar revelar o que praticam, mesmo entre si. E é este, declaradamente o único motivo para tal votação: para um governo secreto; um governo de assaltantes e assassinos. E temos a extravagância de chamar isso de liberdade! Ser um membro deste bando secreto de assaltantes e assassinos é julgado privilégio e honra! Privilégio este sem o qual o homem é considerado escravo, mas com o qual é visto como homem livre! Considerado livre com aquilo porque teria o mesmo poder de armar, às ocultas (por voto secreto) o assalto, apresamento e assassinato de outrem, que aquele tem de procurar o assalto, apresamento e assassinato deste. E isso eles chamam de direitos iguais!

Qualquer que seja o número de homens, sejam vários ou poucos, que reclamam o direito de governar o povo deste país, que assinem às abertas um compacto entre si para fazê-lo. Que se façam conhecer individualmente àqueles a quem propõem governar. E que assim assumam plena responsabilidade pelos seus atos. Quantos dos que hoje apoiam a Constituição, chegarão a fazer assim? Quantos se atreveriam a proclamar abertamente o seu direito de governar? ou assumir legítima responsabilidade por seus atos? Nenhum!

Continua essa tradução de tradutoramericano.com.br…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s